quinta-feira, 2 de abril de 2015

Manoel de Oliveira (1908 - 2015)



                                                                    Aniki Bóbó, Manoel de Oliveira


Em 1942 dirigiu a sua primeira longa-metragem, e a única nos 21 anos seguintes, «Aniki Bobó», que com o tempo se tornou um dos títulos mais importantes do cinema português e que antecipa as marcas do neo-realismo, nomeadamente a rodagem em cenários reais e não em estúdio, com atores não profissionais e com histórias urbanas passadas entre as classes mais desvalidas. (SAPO Cinema)

Sem comentários:

Enviar um comentário