quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Carreirismo



“Carreirismo”, de Mário Henrique Leiria, dito por Mário Viegas

Após ter surripiado por três vezes a compota da despensa, seu pai admoestou-o.
Depois de ter roubado a caixa do senhor Esteves da mercearia da esquina, seu pai pô-lo na rua.
Voltou passados vinte e dois anos, com chofer fardado.
Era diretor Geral das Polícias. Seu pai teve um enfarte.

Mário-Henrique Leiria, in
"Contos do Gin-Tonic", Ed. Estampa, 1973

Sem comentários:

Enviar um comentário