quinta-feira, 22 de março de 2012

Lisboa brutal


Patrícia Melo, fotojornalista portuguesa da AFP, agredida hoje por um agente policial durante a greve geral, em Lisboa. (Fotografia de Hugo Correia/Reuters). Também o jornalista da agência Lusa José Sena Goulão, que se encontrava no local a fazer a cobertura do acontecimento, foi agredido por um elemento da PSP. Já no chão o repórter fotográfico identificou-se como jornalista e continuou a ser agredido, necessitando de assistência hospitalar.

1 comentário:

  1. UM GRANDE COVARDE. DEVIA FICAR CONFINADO COM PELO MENOS TRÊS SADOMASOQUISTAS. E SOFRER.... E SOFRER.... E SOFRER... - COVARDE.

    ResponderEliminar