segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Foi há 50 anos que a morte saiu à rua !


Foi a 19 de Dezembro de 1961 que a PIDE assassinou o pintor José Dias Coelho numa rua de Alcântara em Lisboa. Consta que depois de o meterem num carro, andaram às voltas por Lisboa até que morresse. Só então levaram o seu corpo para o hospital.


José Dias Coelho (Pinhel, 19 de Junho de 1923 — 19 de Dezembro de 1961) foi um militante comunista, um resistente anti-fascista e era artista plástico. O seu assassinato levou Zeca Afonso a escrever e dedicar-lhe a música: A morte saiu à rua.

Sem comentários:

Enviar um comentário